Locais de Interesse

Moinhos de Rei

A área de lazer de Moinhos de Rei proporciona aos seus visitantes, para além do usufruto do parque de merendas, um posto de fomento cinegético (com perdizes e codornizes), um cercado de veados, que visa a reintrodução do veado na Serra da Cabreira e obviamente, vários locais com vistas panorâmicas. Os moinhos, construídos no reinado de D. Dinis, primeiro rei que no nosso país, sobretudo no Entre-Douro-e-Minho, incentivou e desenvolveu a indústria da moagem.

Barragem do Oural

A área de lazer da barragem do Oural é o local ideal para passar um dia em familia. Espaço equipado com mesas para piqueniques, bancas da loiça com água canalizada, iluminação e um Bar com WC disponivel para os visitantes. Existe também neste espaço um campo de futebol de praia para os amantes desta modalidade.  Os trilhos em redor desta barragem são também uma grande atração para os aficionados do BTT. Esta infrastrutura serve também de apoio ao combate a incêndios na região.

Igreja S. Jorge de Abadim

A festa de São Jorge padroeiro da freguesia de Abadim, realiza-se a dia 23 de abril de acordo com a tradição. A festa realiza-se junto a igreja de São Jorge de Abadim, numa altura em que toda a comunidade se junta para celebrar o São Jorge e festa da comunidade.

Esta igreja tem uma particularidade pois apresenta a torre sineira separada do corpo da igreja.

Internamente destaca-se o altar-mor, adornado com talha dourada.

Capela de Sto António

Edifício do Séc. 18. Fachada principal orientada, com portal de verga recta ladeado por duas janelas rectangulares gradeadas, com concha ao centro e a data de 1761.

Atualmente este edifício é utilizado como capela mortuária da freguesia.

Praia Fluvial da Ranha

A Praia Fluvial da Ranha é uma zona de Lazer de eleição na região de Basto. Construida no leito do Rio Peio esta praia fluvial continua ao longo do anos a atrair centenas de pessoas na época balnear.

No espaço existem infastruturas com WCs e balneários para os banhistas. 

Levada de Víbora

A área regada pela levada de Víbora ronda os 40 ha, divididos entre uns 130 campos. A água é derivada da ribeira de Busteliberne por meio duma presa designada como "açudre de Víbora", reconstruída em betão no início dos anos 70 do século XX. Esta água é trazida até à aldeia de Abadim por um canal, ou levada, de 5,3 km, e passa a ser dividida entre os cerca de 60 regantes. Os recursos da levada provêm do caudal da ribeira, repartido entre águas de chuva que se escoam diretamente e as águas infiltradas que voltam a nascer em toda a bacia acima do açude. Situada entre os 900 m e os 1130 m de altitude, esta zona tem uma superfície de cerca de 200 ha. Apesar de mais próximas, outras possíveis bacias de captação foram deixadas de lado, por causa ora dos recursos limitados, ora da sua situação fora do território da freguesia.

Pelourinho do Antigo Couto de Abadim

Abadim foi couto municipal e chegou a ser vila, com carta de foral dada por D. Manuel em 1514. O primeiro donatário da terra foi D.Rodrigo Viegas "Badim", a quem D. Afonso III coutou o termo entre os anos de 1248 e 1258. Após pertencer a vários outros senhores, o couto entra na posse do Dr. Diogo Lopes de Carvalho, desembargador do Paço, no ano imediato à outorga do foral, concedido ainda durante o senhorio de um fidalgo de nome Diogo Machado. O senhorio de Abadim manter-se-ia na descendência de Diogo Lopes de Carvalho até ao século XIX. 

Pista de Aeronaves

Esta Pista para Aeronaves foi licenciada pelo Instituto Nacional de Aviação Civil no dia 15 de Junho de 2008, encontrando-se desde então em funcionamento. Teve como principal objectivo servir de apoio no combate aos incêndios florestais,  dada a sua localização numa zona de grande mancha florestal, com uma orografia muito acidentada e acessibilidades difíceis.

A Pista tem cerca de mil metros de extensão, encontrando-se parte da mesma já pavimentada. Esta pista apresenta-se assim, como uma infraestrutura de apoio ao turismo, dotada de condições capazes de possibilitar o tráfego de aeronaves. Esta pista situa-se a mais ou menos a 400m da Barragem do Oural.